Arquivos da categoria: formas

Vegetariano, vegano, crudívoro? Saiba a diferença entre eles!

Trabalho de Samira Kazan (Foto: Instagram/Reprodução)Trabalho de Samira Kazan (Foto: Instagram/Reprodução)

A cada semana parece surgir um novo tipo de regime alimentar que é tendência no Instagram. É suco verde pra lá, tapioca pra cá, tem comida sem glúten, sem lactose, vegana…não é toa que nos sentimos tão confusos com tantas nomenclaturas.


Nesse mundo de dietas com restrição de carne (ou seja, as vegetarianas), há um universo de hábitos e comidas diferentes! Há quem só se alimenente de frutas, quem não cozinhe os alimentos e até quem só coma alimentos fermentados. Descubra conosco essas novas (ou não tão novas assim) formas de comer. Uma coisa podemos garantir: dá vontade de experimentar um pouquinho de cada!

Prato de Alain Passard (Foto: Instagram/Reprodução)Prato de Alain Passard (Foto: Instagram/Reprodução)

1. Alimentação onívora baseada em vegetais
O renomado chef francês Alain Passard acredita que uma alimentação ideal é composta basicamente por verduras, legumes, frutas, leguminosas e cereais, ou seja: alimentos que vêm da terra. É a alimentação onívora baseada em vegetais. De vez em quando, um queijinho, ovos ou carnes podem estar presentes na refeição, mas não de forma abundante. Inovador, Ducasse rompe com a ideia de que a estrela do prato deve ser uma carne. Em seus restaurantes, ele tem menus inteiramente vegetarianos. Em São Paulo, o restaurante Tuju, do chef Ivan Ralston, também aderiu ao menu de vegetais.


Existe também uma conscientização entre os onívoros de valorizar mais as partes miúdas da carne, como fígado, língua, testículos, tripas. A justificativa é que, nos supermercados e açougues, há muito desperdício e muitas carnes menos valorizadas vão para o lixo. Então, além de comer pouca carne, uma solução socioambiental pode se dar preferência às carnes preteridas.

Prato vegetariano (Foto: Instagram/Reprodução)Prato vegetariano (Foto: Instagram/Reprodução)

2. Alimentação sem carne
Não existe só um tipo de dieta vegetariana. A mais comum é a ovolactovegetariana, que costuma incluir alguns alimentos de origem animal, como ovos, leite e derivados, mel e outros produtos das abelhas. Todo tipo de carne, porém, é vetado. E isso inclui peixes e frutos do mar (peixe também é carne)!


Vegetarianos comem de tudo, só não comem carnes e coisas que não parecem carne, mas são. Quer um exemplo? Gelatina! A sobremesa é o colágeno da região óssea de animais. Uma boa substituição para a gelatina é o agar-agar, espécie de alga que, quando preparada, tem uma textura gelatinosa e, além de tudo, é saudável e pouco calórica. Um prato de comida típico vegetariano pode ser muito parecido com um carnívoro, pois a única diferença é a ausência de carne. Arroz, feijão, fritas, salada e omelete, por exemplo, são um bom exemplo de prato vegetariano.


+Guia das Melhores Agencias de Modelos e Top ModelsEstá vendo o prato delícia da foto? Ele é vegano! (Foto: Instagram/Reprodução)Está vendo o prato delícia da foto? Ele é vegano! (Foto: Instagram/Reprodução)


3. Veganismo
Existe também o veganismo, conhecido também como vegetarianismo estrito. Na dieta vegana, qualquer derivado animal é proibido, até mesmo o mel de abelha! E o veganismo não é apenas uma dieta, mas um estilo de vida. Veganos não usam roupas e acessórios de couro, por exemplo, e também evitam produtos que foram testados em animais ou que, na cadeia de produção, animais foram machucados.


Hoje, mesmo pessoas que comem carne aderem a alguns hábitos de consumo veganos, principalmente quando o assunto é beleza e higiene. Cada vez mais, as marcas têm se preocupado em oferecer produtos mais éticos. É bem comum ver o selo cruelty free (livre de crueldade) em rótulos de shampoos, condicionadores e hidratantes, indicando que nenhum animal sofreu durante a fabricação daquele produto. A ONG estadunidense PETA, voltada à proteção animal, sempre divulga uma lista atualizada de marcas que realizam e também das que não realizam testes em animais.


Alguns veganos vão mais longe e não comem alimentos oriundos de agricultura convencional. A justificativa é de que os agrotóxicos matam alguns animais, assim como o maquinário agrícola, que não mata só insetos, mas também pequenos roedores. Além disso, para se fazer uma plantação de cana, por exemplo, muitas árvores e matas fechadas são desmatadas. Isso faz com que a fauna local fique sem abrigo e alimento, correndo risco de extinção. Mais um ponto para os veganos que optam por alimentos vindos de agricultura familiar, com um impacto bem menor.

Frutas e legumes (Foto: Instagram/Reprodução)Frutas e legumes (Foto: Instagram/Reprodução)

4. Crudívoros: alimentos crus ou “raw food”
Já ouviu falar em crudívoros? Eles são veganos que só comem alimentos crus. Nesse caso, eles vão além da ética e pensam também nos ganhos de saúde. Ficou confusa? A gente explica: alguns nutricionistas acreditam que comidas cruas são mais saudáveis do que as cozidas por conterem enzimas importantes para o nosso organismo. Outro argumento crudívoro é que o cozimento faz os alimentos perderem nutrientes, logo, para aproveitá-los ao máximo, deveríamos ingerir os alimentos como eles vêm ao mundo.


À essa altura, você deve estar imaginando que crudívoros só comem salada, né? Pois não é nada disso! Um exemplo de alimento crudívoro é um prato mexicano que você provavelmente adora: guacamole, feito com abacate, tomate, cebola, coentro… Hmm, deu água na boca? Então pense também em tabule, em vitaminas e smoothies cremosos,em açaí… Ufa! Sim, crudívoros também são felizes.E se você pensa que os crudívoros não comem feijão, está enganada. Eles comem grãos, sementes e castanhas germinados em forma de brotos. Entre os grãos que podem ser comidos crus e germinados estão a lentilha, o grão de bico, a chia, a linhaça, o trigo, o painço… De acordo com os crudívoros, os brotos são alimentos vivos, por isso temos mais energia quando os consumimos. Já existem até alguns restaurantes crudívoros espalhados por aí. Em São Paulo, a Casa Raw serve lasanha crua de abobrinha e até uma pizza crua, com queijos feitos de castanhas. Haja talento!


Além da germinação, os crudívoros têm outro jeito um tanto excêntrico de preparar os alimentos: a fermentação. Isso mesmo! Esse é o modo que eles encontraram de “cozinhar” os alimentos sem levá-los ao fogo, preservando e até aumentando suas propriedades nutricionais. Exemplos de alimentos fermentados são o chucrute, tradicional iguaria Alemã, e o picles, que geralmente é preparado com pepino, cenoura e nabo, mas pode incluir diversos vegetais. Esses alimentos são probióticos, ou seja, cheios de bactérias do bem que aumentam a imunidade e aprimoram a flora intestinal. E ainda são democráticos: você pode incluí-los em sua rotina mesmo não sendo vegana.

Frutas, frutas e mais frutas (Foto: Instagram/Reprodução)Frutas, frutas e mais frutas (Foto: Instagram/Reprodução)

5. Frugívoros: fruta e umas “cositas más”
Mas, como você ter percebido, sempre há alguém mais radical. Aqui, não é diferente. Entre as pessoas que comem só coisas cruas, há os frugívoros – e não, eles não se alimentam só de frutas. Esses são os frutarianos, que só se alimentam de frutas já maduras após caírem do pé.


Frugívoros comem quase tudo o que um crudívoro come, menos cereais, castanhas e leguminosas. Eles comem basicamente frutas, folhas e verduras, que são também a base da alimentação de outros primatas, como os chimpanzés. A ideia dos frugívoros é fazer uma dieta paleo, só que sem a carne.


 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

4 hábitos que estão acabando com o seu estilo

Cuidaco com as roupas é essencial para um look em dia (Foto: Imaxtree)Cuidaco com as roupas é essencial para um look em dia (Foto: Imaxtree)

É muito comum pensarmos que não somos capazes de sermos tão estilosas quanto as modelos e mulheres que seguimos no Instagram. Mas isso é só mais uma desculpa para não olharmos, de verdade, para o nosso estilo pessoal e o quanto ele nos faz feliz ou combina com quem somos.


Mais do que isso, às vezes deixamos passar pequenos detalhes que não funcionam a nosso favor e colaboram para essa sensação de que o nosso estilo não é tão legal ou que não somos tão ‘instagramáveis’ assim.


Quem se sente dessa maneira pode encontrar algum conforto nas dicas a seguir, que podem transformar um look em alguns poucos passos.


1.Você subestima o poder do ferro de passar
Passar as roupas pode ser um trabalho a mais, mas faz muita diferença em um look. Uma roupa amassada passa uma sensação caótica, de que você não se preocupa com as suas roupas (e com as coisas no geral). Ou seja, por mais que a preguiça fale mais alto, tire um tempo na semana para passar as suas roupas e usá-las com carinho.


2.As suas calças limpam o chão
Uma calça mega longa e com a barra no chão pode parecer legal na passarela ou nos editoriais de moda, mas na vida real isso colabora para um look sujo e malcuidado. Quem nunca teve aquela calça jeans na adolescência que começou a se desfazer por causa da barra que vivia no chão? É a mesma coisa com qualquer outra peça. Se você quiser uma calça de barra mais longa, tenha certeza de que ela está, no máximo, um dedo acima do chão ou do fim do salto alto.


3.Você carrega coisas demais
O que você leva com você todos os dias é mesmo o essencial? Existem formas de levar as suas coisas de forma a deixar o seu look mais alinhado: usando uma mochila ou combinando uma mini-bolsa com uma sacola tote. Ao invés de tentar equilibrar milhões de coisas nos braços, lembre-se de que praticidade é chave para um look incrível: então, busque saber se você leva com você tudo o que você precisa para o dia mesmo e tente adaptar os seus acessórios de acordo. Ninguém precisa levar duas mochilas, uma bolsa e uma sacola para o trabalho todos os dias.


4.As suas roupas estão sempre manchadas
É pouco prático levar as suas roupas para uma lavanderia toda semana, mas ter um pouco mais de cuidado na hora de comer ou de mexer em coisas que possam causar manchas é sempre bom. Por mais que seja um empecilho, uma coisa a mais para fazer, tomar cuidado ao manusear as suas peças, lavá-las com atenção e evitar usar peças com manchas é essencial para você se sentir bem nas roupas que usa e, consequentemente, se sentir mais confiante no dia a dia!


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Inspire-se no long bob de 14 famosas e adote de vez o corte!

Camila Queiroz aderiu ao long bob para a sua próxima personagem (Foto: Reprodução/Instagram)Camila Queiroz aderiu ao long bob para a sua próxima personagem (Foto: Reprodução/Instagram)

O long bob, também conhecido como lob, se tornou definitivamente um dos cortes de cabelos mais usados pelas famosas. Marina Ruy Barbosa, Bruna Marquezine, Alessandra Ambrosio e, mais recentemente, Camila Queiroz, aderiram ao visual.


Ranking das Melhores Agencias de Modelos do Brasil


Para quem tem os fios longos e quer mudar sem radicalizar, o long bob é perfeito, já que tem comprimento médio. O ideal é que fique na altura da clavícula [também conhecida como osso da saboneteira] ou encostando no ombro. A parte da frente deve ser sutilmente mais longa.


Versátil, o corte combina com todos os tipos de cabelo e pode ser estilizado de diferentes formas: é possível usá-lo bem liso, com ondas suaves ou com cachos. Em relação a penteados, esse comprimento é bom porque não limita as possibilidades.


 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Instagram: a pior rede social para a saúde mental entre os jovens?

Já é senso comum que as redes sociais podem afetar nosso humor, mas quando o assunto é o grau em que elas impactam nosso dia a dia, qual plataforma seria a “pior”? Segundo uma pesquisa feita no Reino Unido sobre a forma como certas redes sociais impactam em problemas de saúde e bem-estar como ansiedade, depressão, auto-identidade e imagem corporal, o Instagram ganha o título. Batizada de #StatusofMind, a pesquisa conversou com quase 1.500 jovens de 14 a 24 anos sobre o impacto das redes sociais nas suas vidas pessoais e públicas. O Instagram — seguido de Snapchat, Facebook e Twitter —  demonstraram ter uma influênia negativa no que diz respeito à saúde mental dos jovens, enquanto o YouTube foi a rede social com o impacto mais positivo. 


Os aplicativos baseados em imagens foram os que ranquearam pior na pesquisa, principalmente entre jovens do sexo feminino. “O Instagram faz com que jovens mulheres se comparem a versões irrealistas, filtradas e photoshopadas da realidade”, disse Matt Keracher, autor do relatório. Para Dora Sampaio Góes, psicóloga colaboradora do Grupo de Dependências Tecnológicas do Instituto de Psiquiatria do HC, o dado não surpreende. “São plataformas onde tudo é belo. Muitas garotas admiram as blogueiras de moda, que tem o corpo perfeito, roupas bonitas, vão aos lugares mais legais. O que muitas pessoas esquecem, e principalmente os jovens, é que aquela foto é um instante da vida da pessoa e não uma parte representativa de seu dia a dia”, comenta a especialista.

Instagram teria impacto negativo entre os jovens, principalmente as do sexo feminino (Foto: Freestocks)Instagram teria impacto negativo entre os jovens, principalmente as do sexo feminino (Foto: Freestocks)

Além de problemas relacionados à saúde mental como ansiedade e depressão, impactos na qualidade e tempo de sono é um dos sintomas de dependência tecnológica, segundo Dora. É o caso do Youtube, que, de acordo com a pesquisa, é uma das redes sociais que mais afeta as noites dos usuários. No entanto, a plataforma de vídeos foi a considerada pelos entrevistados como o aplicativo com impacto mais postivio em suas vidas. “O conteúdo no YouTube é menos “filtrado” e estático que no Instagram e Snapchat, ele é mais dinâmico e muitas vezes gera mais identificação”, explica Dora.


A pesquisa ainda concluiu que, enquanto o Instagram afeta negativamente a imagem do corpo, padrões de sono e criam uma sensação de “Fomo” – o “fear of missing out” ou medo de perder – o aplicativo se mostrou  positivo no quesito auto-expressão e auto-identidade para muitos dos usuários mais jovens. “Não podemos ignorar que as redes sociais são a nova forma de se comunicar, principalmente para o público que nasceu com o smartphone na mão. E existem conteúdos e pessoas interessantes ali”, diz Dora, que não acredita que banir as redes sociais completamente seja uma solução possível para o problema, seja para os jovens ou para os adultos que passam muito tempo nos aplicativos. 

Essena diz que o único motivo para ter ido à praia e tirado esta foto foi porque a marca de biquíni pagou para ela (Foto: Reprodução/Instagram)Essena O´Neill: a digital influencer que tinha mais de 700 mil seguidores deletou seu perfil e afirmou que seus posts “não eram vida real” (Reprodução Instagram)

Detox digital
Para enfrentar o problema, a Royal Society for Public Health pediu que as próprias redes sociais tomem medidas para ajudar a combater os sentimentos de inadequação e ansiedade dos usuários jovens, colocando um aviso sobre as imagens que foram manipuladas digitalmente. “Nós não estamos pedindo para essas plataformas para proibir a alteração de imagens ou filtros, mas sim para informar as pessoas quando as imagens foram alteradas para que os usuários não levem as imagens como reais”, disse Keracher. “Nós realmente queremos equipar os jovens com as ferramentas e o conhecimento para poder navegar nas plataformas de redes sociais, não apenas de forma positiva, mas de uma forma que promova a boa saúde mental”, acrescentou.


“É uma possível saída”, comenta Dora. “Mas é importante também, além de estabelecer limites para o tempo de uso dessas redes, diversificar os prazeres”. A psicóloga propõe trocar as horas passadas nas redes por outras atividades que envolvam algum tipo de convívio social, como esportes ou programas com os amigos. “Nenhuma rede consegue substituir o fato de estar com os outros de verdade”, argumenta. Os problemas clínicos mais comuns derivados do uso excessivo das redes, segundo a psicóloga, são, ironicamente, os que causam maior afastamento das interações sociais fora do mundo virtual como ansiedade, fobia social e depressão.


Para os pais que se preocupam com o uso excessivo de redes sociais pelos filhos, Dora diz que é necessário uma verificação do tipo de conteúdo que eles estão consumindo. “Apesar de existirem coisas interessantes nas redes, existem outros como a história do jogo Baleia Azul. É necessário que os pais venham se o que os filhos estão consumindo está de acordo com os valores que eles querem passar”.  Mas a real mudança de hábitos começa pelo próprio comportamento da família. “É importante ser o modelo. Vejo muitos pais proibírem os filhos de usarem os aplicativos mas ao mesmo tempo eles ficam no celular. É necessário um esforço coletivo”, finaliza.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Instagram: a pior rede social para a saúde mental entre os jovens?

Já é senso comum que as redes sociais podem afetar nosso humor, mas quando o assunto é o grau em que elas impactam nosso dia a dia, qual plataforma seria a “pior”? Segundo uma pesquisa feita no Reino Unido sobre a forma como certas redes sociais impactam em problemas de saúde e bem-estar como ansiedade, depressão, auto-identidade e imagem corporal, o Instagram ganha o título. Batizada de #StatusofMind, a pesquisa conversou com quase 1.500 jovens de 14 a 24 anos sobre o impacto das redes sociais nas suas vidas pessoais e públicas. O Instagram — seguido de Snapchat, Facebook e Twitter —  demonstraram ter uma influênia negativa no que diz respeito à saúde mental dos jovens, enquanto o YouTube foi a rede social com o impacto mais positivo. 


Os aplicativos baseados em imagens foram os que ranquearam pior na pesquisa, principalmente entre jovens do sexo feminino. “O Instagram faz com que jovens mulheres se comparem a versões irrealistas, filtradas e photoshopadas da realidade”, disse Matt Keracher, autor do relatório. Para Dora Sampaio Góes, psicóloga colaboradora do Grupo de Dependências Tecnológicas do Instituto de Psiquiatria do HC, o dado não surpreende. “São plataformas onde tudo é belo. Muitas garotas admiram as blogueiras de moda, que tem o corpo perfeito, roupas bonitas, vão aos lugares mais legais. O que muitas pessoas esquecem, e principalmente os jovens, é que aquela foto é um instante da vida da pessoa e não uma parte representativa de seu dia a dia”, comenta a especialista.

Instagram teria impacto negativo entre os jovens, principalmente as do sexo feminino (Foto: Freestocks)Instagram teria impacto negativo entre os jovens, principalmente as do sexo feminino (Foto: Freestocks)

Além de problemas relacionados à saúde mental como ansiedade e depressão, impactos na qualidade e tempo de sono é um dos sintomas de dependência tecnológica, segundo Dora. É o caso do Youtube, que, de acordo com a pesquisa, é uma das redes sociais que mais afeta as noites dos usuários. No entanto, a plataforma de vídeos foi a considerada pelos entrevistados como o aplicativo com impacto mais postivio em suas vidas. “O conteúdo no YouTube é menos “filtrado” e estático que no Instagram e Snapchat, ele é mais dinâmico e muitas vezes gera mais identificação”, explica Dora.


A pesquisa ainda concluiu que, enquanto o Instagram afeta negativamente a imagem do corpo, padrões de sono e criam uma sensação de “Fomo” – o “fear of missing out” ou medo de perder – o aplicativo se mostrou  positivo no quesito auto-expressão e auto-identidade para muitos dos usuários mais jovens. “Não podemos ignorar que as redes sociais são a nova forma de se comunicar, principalmente para o público que nasceu com o smartphone na mão. E existem conteúdos e pessoas interessantes ali”, diz Dora, que não acredita que banir as redes sociais completamente seja uma solução possível para o problema, seja para os jovens ou para os adultos que passam muito tempo nos aplicativos. 

Essena diz que o único motivo para ter ido à praia e tirado esta foto foi porque a marca de biquíni pagou para ela (Foto: Reprodução/Instagram)Essena O´Neill: a digital influencer que tinha mais de 700 mil seguidores deletou seu perfil e afirmou que seus posts “não eram vida real” (Reprodução Instagram)

Detox digital
Para enfrentar o problema, a Royal Society for Public Health pediu que as próprias redes sociais tomem medidas para ajudar a combater os sentimentos de inadequação e ansiedade dos usuários jovens, colocando um aviso sobre as imagens que foram manipuladas digitalmente. “Nós não estamos pedindo para essas plataformas para proibir a alteração de imagens ou filtros, mas sim para informar as pessoas quando as imagens foram alteradas para que os usuários não levem as imagens como reais”, disse Keracher. “Nós realmente queremos equipar os jovens com as ferramentas e o conhecimento para poder navegar nas plataformas de redes sociais, não apenas de forma positiva, mas de uma forma que promova a boa saúde mental”, acrescentou.


“É uma possível saída”, comenta Dora. “Mas é importante também, além de estabelecer limites para o tempo de uso dessas redes, diversificar os prazeres”. A psicóloga propõe trocar as horas passadas nas redes por outras atividades que envolvam algum tipo de convívio social, como esportes ou programas com os amigos. “Nenhuma rede consegue substituir o fato de estar com os outros de verdade”, argumenta. Os problemas clínicos mais comuns derivados do uso excessivo das redes, segundo a psicóloga, são, ironicamente, os que causam maior afastamento das interações sociais fora do mundo virtual como ansiedade, fobia social e depressão.


Para os pais que se preocupam com o uso excessivo de redes sociais pelos filhos, Dora diz que é necessário uma verificação do tipo de conteúdo que eles estão consumindo. “Apesar de existirem coisas interessantes nas redes, existem outros como a história do jogo Baleia Azul. É necessário que os pais venham se o que os filhos estão consumindo está de acordo com os valores que eles querem passar”.  Mas a real mudança de hábitos começa pelo próprio comportamento da família. “É importante ser o modelo. Vejo muitos pais proibírem os filhos de usarem os aplicativos mas ao mesmo tempo eles ficam no celular. É necessário um esforço coletivo”, finaliza.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Perennials: uma nova geração de mulheres

Vera Minelli (à esq..) com as filhas Gabriela Pugliesi e Marcella Minelli. Elas dividem roupas, acessórios, a turma de amigos e confidências íntimas (Foto: Autumn Sonnichsen)Vera Minelli (à esq..) com as filhas Gabriela Pugliesi e Marcella Minelli. Elas dividem roupas, acessórios, a turma de amigos e confidências íntimas (Foto: Autumn Sonnichsen)

No outono de 2013, Rosana Santos teve o estalo. Era fim de tarde e, sentada na varanda com uma taça de vinho tinto, ela forçava o olhar perdido na direção do verde da Serra da Cantareira (SP) – cena que se repetia dia sim, outro também, já havia cinco anos. Até que sentiu que não era o céu, e sim ela, que anoitecia. “Foi assim que caiu a ficha: eu não me conhecia mais, não me amava e muito menos vivia de fato”, lembra-se. Naquele dia, desviou o rosto da vista lá fora para olhar para dentro. Encarou a casa de 400 metros quadrados e a aliança de diamante no dedo. “Senti que estava presa numa gaiola de ouro.” Nove anos antes, aos 30, havia interrompido a carreira como executiva para embarcar no segundo casamento. O engenheiro bem-sucedido lhe prometera uma vida confortável, com casa longe do tumulto das grandes cidades, ajuda financeira para liberá-la do estresse do mercado corporativo e tudo do bom e do melhor aos filhos – Guilherme (hoje com 15 anos), do casamento anterior, e o bebê que planejavam juntos. Rosana vibrou. Aposentou as ambições e preencheu o tempo com aulas de ioga. Pensava: “Quem sabe não alcanço a iluminação?”.


+ Ranking Oficial das Melhores Agencias de Modelos do Brasil


O caçula Lucca, 8, veio logo. E tudo seguiu em uma toada morna e confortável até que passou a fazer efeito o autoconhecimento que a ioga promete. Veio o clique. “Repensei meu protagonismo na vida.” Hoje, aos 43 e recém-separada, Rosana está de malas prontas para uma temporada de imersão em ashtanga ioga sozinha em Tulum, no México. Quer se formar professora e começar um novo capítulo: quando voltar ao Brasil, cada filho ficará com seu respectivo pai, pelo menos até ela reestruturar a vida financeira e decidir sua rotina. “Parece coisa de menina de 20 anos botar a mochila nas costas e sair por aí. Tem muita gente que me diz isso, escandalizada”, conta. “Mas é claro que também morri de medo. Pensei tantas vezes: ‘Como vou recomeçar?’. Aí entendi: é impossível sair do zero na metade do caminho. Nunca me senti tão pronta para ser feliz.”


Rosana não está sozinha, tampouco é exceção. Ela é, na verdade, o exemplo de uma geração que impulsiona uma nova tendência de lifestyle, a ageless – ao pé da letra, “sem idade”. Neste ano, a SuperHuman, uma produtora de Londres especializada em conteúdo feminino, mensurou o que já é muito vivido na prática: mais que nunca, entre as mulheres, tornou-se obsoleto o conceito de meia-idade. Foram entrevistadas mais de 500 mulheres acima de 40 anos no Reino Unido, e os resultados mostraram que dois terços delas acreditam estar no auge da vida, enquanto 67% se sentem mais confiantes do que há dez anos e 84% acreditam que não podem ser definidas pela idade. “Ter passado dos 40, hoje, é muito diferente do que 15 anos atrás [90% das entrevistadas nos disseram que têm estilo e atitude muito mais jovens do que tinham suas mães]. Essas mulheres têm sede de experiências tanto quanto as millennials”, afirma Sandra Peat, cofundadora da SuperHuman, em entrevista.

Rosana deixou o casamento e os filhos com os pais para estudar ioga no México (Foto: Autumn Sonnichsen)Rosana deixou o casamento e os filhos com os pais para estudar ioga no México (Foto: Autumn Sonnichsen)

É essa sensação de confiança e autoconhecimento que dá o tom do comportamento dessa geração. Assim como os especialistas nomearam de millennial certas características da geração Y (nascidos entre 1982 e 2000), quem nutre um estilo de vida ageless é chamado perennial (de perene) – termo criado pela empreendedora de tecnologia Gina Pell na revista Fast Company, no fim do ano passado, e que rapidamente “pegou”: os jornais The Telegraph e El País já dedicaram páginas ao assunto. Segundo Gina, perennial é uma pessoa que cultiva um estilo de vida que harmoniza hábitos e gostos de diversas idades. Um movimento que não se baseia em noção cronológica, mas em identidade social. “E quem puxa a fila são as mulheres acima dos 40. Quando chegam a essa idade, alcançam um grau de maturidade em que a aprovação dos outros deixa de ser imprescindível. Elas ficam mais leves, mais donas de si e bancam suas escolhas, mesmo que discordem da maioria”, diz a antropóloga carioca Hilaine Yaccoub.


+ Veja as melhores agencias de modelos do Brasil


Na contramão do envelhecimento O pensamento atemporal dos perennials se reflete em seus hábitos de consumo e, claro, na aparência. É algo que vai além do guarda-roupa, da pele viçosa ou do restaurante que frequentam. Entre mulheres de 20 e de 50, também se cruzam hashtags, assuntos, profissões, jeitos de falar e formas de se relacionar. Perita nisso, a vendedora baiana Vera Minelli, 53 anos, já estava acostumada a ser confundida com as filhas bem antes de a família ganhar fama nas redes sociais. Em 2012, quando a primogênita, Gabriela Pugliesi, estourou na web, em posts sobre sua rotina fitness, Vera pegou carona. Incluiu musculação e exercícios aeróbicos na rotina, cortou o açúcar e começou a registrar seu dia a dia no Instagram (já são quase 200 mil seguidores). “Fui mãe cedo: aos 26, já tinha as três [além de Gabriela, Ornella e Marcella]. Dei a elas a melhor infância. Hoje, curto a minha fase. Vou pra balada, não quero namorar, tenho um monte de amigos – a maioria mais nova, muitos da turma da Gabi”, conta.

Renata, que só trabalha em projetos em que acredita (Foto: Autumn Sonnichsen)Renata, que só trabalha em projetos em que acredita (Foto: Autumn Sonnichsen)

A relação com as filhas é o oposto do que tinha com sua mãe, que, aos 40, parecia uma idosa aos olhos de Vera. Ela e seus “doces”, como chama as meninas, frequentam os mesmos lugares e turmas, dividem roupas e acessórios, têm rotinas parecidas e mantêm um grupo de Whats­App no qual falam de tudo – mesmo. “Às vezes, preciso pedir pra Gabriela maneirar nos detalhes íntimos: ‘Menos, Gabi, menos! Sou sua mãe’. Acho que até ela esquece disso”, ri. Vera cultiva uma alimentação restrita, malha duas horas por dia e dorme às 21h30 durante a semana. Trabalha meio período na De Goeye, marca de Fernanda de Goeye, entre 11h e 17h, e aumenta a renda com posts patrocinados e parcerias com grifes. “Quero chegar à velhice com saúde. Tudo que faço é pelo meu bem-estar.” Mesmo com sessões de laser e tratamentos corporais em dia, faz questão de não exagerar e manter na pele os sinais de expressão. “Não quero aparentar o que não sou nem esconder quantos anos tenho.”


Do escritório à economia colaborativa Uma das características mais emblemáticas da geração millennial é valorizar mais o propósito do trabalho do que a estabilidade do emprego – não raro, costumam ficar pouco tempo no mesmo lugar. Foi exatamente esse o motivo que fez a relações-públicas Renata Alamy mudar de vida. Aos 41 anos, deixou o trabalho em escritório e o marido em Belo Horizonte (os dois continuam juntos, no entanto) em troca de uma aposta incerta, mas que está trazendo muita satisfação. Mudou-se para São Paulo para organizar o crowdfunding de um projeto do empresário da noite Facundo Guerra, sabendo que tudo poderia – e ainda pode – dar errado. Trabalhar com economia colaborativa é apenas uma consequência de vida. Aos 30, depois de uma temporada de trabalho em Londres, havia acumulado capital suficiente para tirar um ano sabático. Na semana seguinte ao retorno a Minas, seu apartamento foi assaltado e levaram todo o dinheiro. “Chorei muito. Mas no dia seguinte já montei uma loja na internet. Pus à venda roupas e sapatos” – isso numa época em que os e-commerces engatinhavam.


De 400 compradores virtuais, sua cartela de clientes foi para 8 mil quando inaugurou a loja física. Mas a inexperiência com a administração do negócio a levou à falência pessoal em 2012. De novo, bateu a poeira e se levantou. Mergulhou nos estudos da nova economia, tornou-se anfitriã-referência do Airbnb – inclusive convidada a palestrar nos eventos da empresa, na Califórnia – e abriu o leque de serviços: começou a vender a expertise e o olhar atento para tendências. Quando tudo caminhava às maravilhas, com um café-coworking recém-aberto em Belo Horizonte, pintou o convite de Guerra para ajudar a angariar fundos e inaugurar um cinema no Mirante 9 de Julho, em São Paulo. O retorno financeiro só virá se o projeto virar. Ela nem titubeou. “Sinto que hoje desproblematizo a vida. Com a idade, adquiri leveza. Não tento me encaixar nas expectativas dos outros nem em padrões. Tenho um casamento livre, um trabalho em aberto. Não quero gerar filhos nem ter uma carreira hermética. Fujo das certezas da meia-­idade porque sei que, se der errado, recomeço. Tenho tempo e pique!”


A falta de interesse em se moldar às expectativas da idade é outra constante entre as
perennials. E ela vem acompanhada da falta de identificação com os clichês que a publicidade costuma explorar. Gal Barradas, CEO e sócia de uma das principais agências de publicidade do país, a BETC/Havas, e ela mesma uma perennial, explica que é essa variedade de pensamentos e perfis que faz nascer conceitos atrasados de campanhas de marketing que não conversam com espectadores ageless. “O mercado publicitário às vezes ainda se mostra inseguro para retratar perfis sem apelar para estereótipos.” Para o psicanalista Christian Dunker, professor do Instituto de Psicologia da USP e autor de Rein­venção da Intimidade (Ubu Editora, 320 págs., R$ 54), as perennials deveriam ser chamadas de agefull (cheias de idade). “Elas estão cientes da idade e reinventam a vida”, diz.

A escritora paulistana Marina Moraes (à dir.) com as filhas Manuela e Laura. Ela se separou, mudou de cidade e de profissão (Foto: Autumn Sonnichsen)A escritora paulistana Marina Moraes (à dir.) com as filhas Manuela e Laura. Ela se separou, mudou de cidade e de profissão (Foto: Autumn Sonnichsen)

Foi o que fez a escritora paulistana Marina Moraes, 57, há nove anos. Estava no terceiro casamento e trabalhava como diretora de comunicação em uma agência de publicidade, mas se sentia infeliz. Ao olhar para si mesma, percebeu que já tinha vivência, coragem e força para dar uma virada. Separou-se, pediu demissão, mudou-se para o Rio de Janeiro, voltou para São Paulo. “A sensação de ver sentido na vida é a melhor do mundo. É uma escolha sem volta pegar as rédeas da própria história.”


Hoje, faz algo inédito: está escrevendo um roteiro de cinema. Trabalha em casa, tem controle sobre os horários e reserva tempo para os amigos, alguns da geração de suas filhas, Luísa, de 29, Manuela, de 27, e Laura, de 19. Sempre que dá, publica crônicas em sua página do Facebook, a maioria autobiográfica. Em 2016, elas se tornaram um livro, Água para as Visitas (Editora Realejo, 173 págs., R$ 55). Há três anos, reencontrou o namorado da adolescência, um uruguaio que sempre viveu de forma muito livre. “Ele continua o mesmo, por isso estamos juntos”, diz. “Eu é que me encontrei. Minha experiência de vida me devolveu ao meu devido espaço, sem a necessidade de que essa constatação venha dos outros. Estou no lugar de onde nunca mais quero sair.”


 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Regiane Alves relata encontro com prostituta para viver personagem em série: “Fascinante”

Regiane Alves com o fugurino da série, que foi assinado por Antonio Medeiros (Foto: Pino Gomes)Regiane Alves com o figurino da série, que foi assinado por Antonio Medeiros (Foto: Pino Gomes)

“Cidade Proibida”, a nova série da TV Globo que estreou nesta semana, volta aos anos 50 e mostra a história do detetive de casos extraconjugais Zózimo Barbosa (Vladimir Brichta), que tem a ajuda do galanteador Bonitão (José Loreto), do chefe de polícia Paranhos (Ailton Graça) e da prostutuita Marli, interpretada por Regiane Alves, a única mulher do grupo.


“Ela [a Marli] conta uma história de amor”, diz Regiane. “Ela é apaixonada pelo Zózimo, que não gosta dela, mas sempre a tem ao lado dele. Com a sua intuição feminina e palpites, a Marli acaba o ajudando a resolver os casos de cada episódio”.


+Melhores Agencias de Modelos do Brasil


Para dar vida à Marli, a atriz buscou inspiração em filmes como “Viver a Vida”, Los Angeles – Cidade Proibida e “A Noite de Cabiria”. Além disso, teve um encontro muito importante com a prostituta Lourdes Barreto, que já atuava na época retratada na série. “Ela trabalha emem bordel e me passou um pouco a experiência de como era, como funcionava a cafetina e o contato com os clientes”, relembra. “Foi muito fascinante! É um mundo que se abre, que a gente não tem muita noção, porque a prostituição fica num lugar do consciente que é segredo e, de repente, tinha uma pessoa na minha frente contando tudo como foi. Foi ótimo esse encontro para a construção da personagem.”


Regiane conta que se surpreendeu com os relatos de Lourdes. “Fiquei mais admirada do que triste com a situação. Ela disse que tem muita saudades, que era um tempo do auge, tudo era mais bonito, os vestido eram lindos… Mas também não era tudo tão glamuroso. É uma vida sofrida”, afirma. Após no encontro, Regiane disse: “Passei a ver como uma outra profissão qualquer. e a gente tem que respeitar.”

“Fiquei mais admirada do que triste com a situação”, diz Regiane Alves sobre relato de prostituta (Foto: Pino Gomes)

NOVO VISUAL
A mudança do look também foi fundamental para Regiane contruir a personagem. A atriz está usando pela primeira vez os fios num comprimento curtíssimo. “Estou adorando! Já aposentei todas as minhas escovas e uso poucos cremes agora (risos)”, brincou. “Esse corte e o restante da caracterização ajudam a mostrar que a Marli é uma mulher bem-resolvida, a frente da sua época”, diz. “Também ficamos preocupados em comnstruir uma prostituta que não fosse com cabelão, decotão… Queríamos uma mulher como qualquer outra, mas mais refinada, e não vulgar, assim como Kim Basinger em Los Angeles – Cidade Proibida.”


Regiane diz que descobriu novas formas de se valorizar com os fios curtos. “Estou usando mais brincos, deixando os ombros de fora… Você acaba descobrindo coisas que você não fazia antes”, conta. “Às vezes, nos sentimos obrigados a entrar num padrão de beleza, mas cada um tem que achar o seu. Eu me redescobri com o cabelo curto, e muita gente falou que eu fiquei melhor, mais bonita.”

“Às vezes, nos sentimos obrigados a entrar num padrão de beleza, mas cada um tem que achar o seu”, diz Regiane Alves (Foto: Pino Gomes)

QUESTÕES DE RELACIONAMENTO
Os persomagens de Regiane e Vladimir tem um relacionamento completamente aberto: “Ela sai pra atender os clientes e sabe que ele tem outras relações. Mas ela mantém porque acredita nesse amor”, conta. A atriz dá sua opinião sobre o tema relacionamento aberto: “Eu ainda não cheguei nesse estágio (risos). Não é uma regra dentro da minha relação. Mas admiro muito casais que vivem assim. Acho que cada um tem que criar a sua relação e isso deve ser respeitado. Cada um sabe a dor e a alegria da forma que escolheu viver.”


Mais um tema polêmico que é levantado na série é sobre contratar detetive para investigar o parcerio. Regiane diz que nunca passou por isso. “Se chegar a esse ponto, prefiro acabar antes a relação (risos). Contratar um detetive para vigiar me deixaria angustiada”, afirma. “O máximo que eu fiz foi olhar o celular para ver se tem alguma coisa. Mas isso é perigoso, porque quando você pega uma mensagem no meio você nunca sabe qual foi o contexto anterior. Dependendo da sua imaginação, você pode criar uma história que de repente nem tenha sido aquilo. Então é melhor não se atrever, porque é a famosa história: se procurar você vai achar (risos).”

“Eu me redescobri com o cabelo curto” (Foto: Pino Gomes)“Admiro muito casais que vivem assim”, afirma Regiane sobre relacionamento abertos (Foto: Pino Gomes)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  moda” target=”_blank”>Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

A volta do plástico na moda

Chanel (Foto: )Chanel (Foto: )

As transparências foram a grande tendência de verão que permeou as últimas passarelas das semanas de moda internacionais. Mas se a seda em suas diversas variações – organza, musseline – é o tecido mais óbvio para deixa a pele ou camadas à mostra, outro material despontou como o grande favorito: o plástico. Quem cantou a bola da tendência foi Raf Simons, que na temporada de outono 2017 da Calvin Klein desfilou vestidos e casacos em PVC e repetiu a dose em sua coleção de verão. 


+ Ranking das melhores agencias de modelos do Brasil

Plástico na passarela da Calvin Klein (Foto: Getty)Plástico na passarela da Calvin Klein (Foto: Getty)

Nesta temporada, na passarela da Chanel – de onde saem frequentemente as peças-hits que serão reproduzidas e relidas pelo fast fashion – a tendência foi além, com Karl Lagerfeld fazendo botas, chapéus, luvas, capas de chuva (outra peça queridinha para os nossos verões chuvosos) e bolsas de plástico transparente, dando um efeito glossy e molhado ao look.

A Chanel foi apenas uma das marcas a apostar no material, sem dúvida, a matéria-prima do momento (Foto: Getty Images)A Chanel foi apenas uma das marcas a apostar no material, sem dúvida, a matéria-prima do momento (Foto: Getty Images)

Do outro lado do Canal da Mancha, em Londres, a Burberry fez capas de chuva e reinterpretou seu tradicional trench coat em versões à prova d’água, em plástico com diferentes cores. A Valentino foi outra que plastificou jaquetas e incrementou bolsas de couro com PVC. 

Plástico apareceu em capas de chuva na passarela da Burberry (Foto: Getty)Plástico apareceu em capas de chuva na passarela da Burberry (Foto: Getty)

Mas enquanto as passarelas nos dão inúmeras formas e inspirações para usar o material que sem dúvidas garante um efeito visual único – a mistura com peças em tweed e seda cria um high low interessante –  a consciência sustentável de qualquer fashionista faria cara feia para o uso do plástico em roupas. Principalmente num momento em que a moda vem discutindo o impacto ecológico que a indústria causa e apostando em formas renováveis de produzir – Stella McCartney é um exemplo de luxo sustentável e Vivienne Westwood também levanta a bandeira contra o consumo exacerbado. Eles são ultrapoluentes em sua produção, não renováveis e não biodegradáveis. Um custo alto a pagar para uma tendência que tem toda a cara de ser passageira.Outro porém além da questão ambiental é o conforto: pouco maleáveis, o material ainda isola o calor. E você, usaria?

Valentino verão 2018 (Foto: Getty)Valentino verão 2018 (Foto: Getty)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Rosa millennial: o tom da vez está na moda, na decoração e no design

Ucha usa casaco Dener vintage e sandálias Prada (Foto: )Ucha usa casaco Dener vintage e sandálias Prada 

As outras cores que me perdoem, mas o rosa é fundamental. Campeão no ranking de tons de 2017, o millennial pink está na moda, na decoração e no design. Fui investigar sua origem e descobri que tudo aconteceu a partir do Greenery, tom verde folha eleito a cor do ano pela Pantone (empresa que pesquisa tendências sobre cores que os mercados de moda, beleza e lifestyle vão adotar). Depois de ser o escolhido para 2017, a expectativa era que o Rose Quartz, vencedor de 2016, saísse de cena. Mas, para surpresa geral, ocorreu o contrário: o rosa ficou onipresente, principalmente entre a turma da geração millennium, aquela que nasceu entre a X e a Y – daí seu apelido, rosa millennial. “O ‘culto’ à cor surgiu há muitos anos: saiu dos blushes da beleza, foi para a moda e o lifestyle. Ela também está presente nas nossas memórias infantis, dos tempos dos milkshakes e pâtisserie. Agora, amadureceu. Emancipou-se e se tornou mais sofisticada”, diz Lili Tedde, braço direito da pesquisadora de tendências holandesa Li Edelkoort. Outro fator que impulsionou sua chegada aos holofotes foi a quebra de padrões de gênero. Aos poucos, deixou de ser “coisa de menina”. E isso também vale para o cinema. O cenário do filme O Grande Hotel Budapeste (2013), de Wes Anderson, parecia prever seu sucesso. Já na decoração, passou a ser explorado de duas formas. Minimal, em itens como poltronas, ou ousado, usado na sala inteira. A onda foi tão forte que restaurantes como o Pietro Nolita, em Nova York, e La Pâtisserie de Rêves, em Paris, fizeram o mesmo, cobrindo-se do tom de cima a baixo. Nas passarelas, o rosa dominou por inteiro looks femininos e masculinos. No dia a dia, uma forma simples de inserir o tom é usá-lo em uma peça ou acessório. Outra ideia é apostar em produções monocromáticas, feitas com sobreposições de peças rosa e, assim, aderir à tendência sem nenhum receio.


O SHOW DA VALENTINO COUTURE; A COLEÇAO DE NINA RICCI; NAS TRANSPARÊNCIAS DA VALENTINO; O ROSA NO SHOW DE GIAMBATTISTA VALLI (Foto: )1. O SHOW DA VALENTINO COUTURE; 2. A COLEÇAO DE NINA RICCI; 3. NAS TRANSPARÊNCIAS DA VALENTINO; 4. O ROSA NO SHOW DE GIAMBATTISTA VALLI 1. BOLSA GUCCI; 2. CÂMERA FUJIFILM; 3. ESMALTE ROSA; 4. MARCANDO O MOBILIÁRIO; 5. MAIÔ DA GRIFE PRIVATE PARTY; 6. TÊNIS DE CHRISTIAN LOUBOUTIN; 7. BATEDEIRA KITCHENAID (Foto: )1. BOLSA GUCCI; 2. CÂMERA FUJIFILM; 3. ESMALTE ROSA; 4. MARCANDO O MOBILIÁRIO; 5. MAIÔ DA GRIFE PRIVATE PARTY; 6. TÊNIS DE CHRISTIAN LOUBOUTIN; 7. BATEDEIRA KITCHENAID (Foto: )LOOK DA DESIGNER FLAVIA ARANHA; A DUQUESA DE CAMBRIDGE; O TOM PELAS RUAS DE NOVA YORK (Foto: )1. LOOK DA DESIGNER FLAVIA ARANHA; 2. A DUQUESA DE CAMBRIDGE; 3. O TOM PELAS RUAS DE NOVA YORK COLORINDO MÓVEIS RETRÔ; NOS CABELOS; NO DECÓR (Foto: )1. COLORINDO MÓVEIS RETRÔ; 2. NOS CABELOS; 3. NO DECÓR NO SENTIDO HORÁRIO: O TOM PELAS RUAS DE NOVA YORK; O PINK NA DECORAÇÃO; A DOCERIA PÂTISSERIE DE RÊVES, EM PARIS; O CENÁRIO DE WES ANDERSON (Foto: )1. O TOM PELAS RUAS DE NOVA YORK; 2. O PINK NA DECORAÇÃO; 3. O CENÁRIO DE WES ANDERSON; 4. A DOCERIA PÂTISSERIE DE RÊVES, EM PARIS


 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Semana de Moda de Milão: Armani aposta em pijamas de luxo, veja toda coleção

Aos 83 anos, Giorgio Armani continua à frente de sua empresa ativamente: ele não só desenha todas as coleções como edita os looks antes do desfile começar. Foi o que fez agora em Milão no desfile da marca que leva o seu nome, a mais premium de ready-to-wear do império que criou na moda (que inclui ainda Emporio Armani, Armani Exchange e uma gama enorme de perfumes e maquiagem, além de Armani Privé, de alta costura). Na primeira fila, sua musa e amiga, a atriz Cate Blanchett.

Giorgio Armani: Pijamas chiques (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani: Pijamas chiques (Foto: IMaxTree)

Para a primavera/verão 2018, ele propôs uma coleção elegante, com muita seda, organza e alfaiataria, símbolos da grife, mas com uma pegada mais jovem. A cor-destaque é o verde-água, presente em boa parte dos looks seja em peças inteiras (como o belo trench coat de shantung) ou em detalhes como os apliques de canutilhos em blusas e vestidos. A peça mais emblemática foi, sem dúvida, o pijama de tule com aplicação de bolinhas coloridas, que deve virar hit (são ótimos também os outros pijamas de paetês, pretos, chiquérrimos).

Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)

Outro destaque são os ternos cinza femininos com shape bem masculino, com calças que terminam acima do tornozelo. O toque Armani aparece na escolha dos tecidos: seda, shantung e cetim. Para arrematar, maxibrincos coloridos de formas geométricas. Elegante e moderno, como a cliente da marca.

Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)Giorgio Armani | Desfile da Semana de Moda de Milão | Primavera-verão 2018 (Foto: IMaxTree)

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb SweetyusO Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model